DA OBRA DE 
CALDERÓN DE LA BARCA

Sonho e ficção. Realidade e desilusão. Farsas e mentiras. Representantes individuais de dramas universais. O Barroco no caótico mundo do humano. Rosaura, mulher desonrada, cuspida, maltratada, clama por vingança. O rei tem um escravo, seu nome é Clotaldo. Segismundo, é filho do rei Basílio, um príncipe que vive num ergástulo. Presas aprisionadas numa colagem sobreposta. Um plágio combinação. Uma insolente reprodução do contemporâneo atravessado pela ficção diária, inventada, acorrentada na fé. Uma pulsão de morte e vida, de amor e desejo, de traição e delito. Personagens cravados por Calderón de La Barca, abençoados por Padre Antonio Vieira, sacramentados por Saramago, perdoados por Castro Alves, queimados por Clarice Lispector, aprisionados por Platão, dilacerados por Fernando Pessoa. Se a vida é sonho, sonhemos alma, sonhemos mais. Um banquete. Um Clarim da liberdade. Sons de corrente.

TEASER DO ESPETÁCULO

GRUPO CASA - COLETIVO DE ARTISTAS

CNPJ  23.679.571/0001-08